Notícias
51 mil fãs
193 mil fãs
61 mil fãs
Instagram
Compartilhe Agora!
Luan Santana desabafa sobre cobranças e não descarta possibilidade de fazer terapia: “Acho que seria bem legal”
Publicado 11 de dezembro às 11:12h

Luan Santana conversou com a jornalista Giulianna Campos, da revista Quem, e falou sobre seu amadurecimento e cobranças. “Eu tenho muitas fraquezas, tenho meus momentos de pensar comigo, de ter aquela dúvida se estou realmente fazendo a coisa certa, de projetos, de ideias, de tudo”, desabafou ele, que não descarta a possibilidade de fazer terapia.

Confira a entrevista completa

Você está completando 10 anos de carreira. O que pensa quando olha para trás?

Eu tenho muitas fraquezas, tenho meus momentos de pensar comigo, de ter aquela dúvida se estou realmente fazendo a coisa certa, de projetos, de ideias, de tudo. O ser humano nunca deixa de ter insegurança. Hoje, tenho muito menos do que antes, mas tudo o que fiz nesses 10 anos já é alguma coisa. É uma história muito bonita, muito linda. Se eu parasse amanhã — não estou dizendo que vou parar –, eu acho que a história que escrevi até aqui já é incrível. Até aqui, o dever de casa está feito. É como se fosse essa a sensação. Daqui pra frente é alçar novos voos, tentar coisas novas. Mas o que está escrito, está escrito!

Mas você ainda se cobra muito?

Me cobro mais do que antes. Porque a carreira tem aquele boom, depois fica estável — ou não — e depois cai de uma vez. Graças a Deus eu fiquei com a primeira opção, estou estável. Não é mais a loucura do começo. É muito difícil ainda parecer novidade depois de tanto tempo. Esse é o caminho, é você inovar, fazer uma coisa diferente que soe como evolução do anterior. Ontem estava vendo um vídeo da minha evolução de voz. Parece que é outra pessoa cantando aos 14 anos, é um guri fanho (risos). Antes eu era um gurizinho fanhoso. Tudo a gente aprende, amadurece, evolui.

Se pudesse teria feito algo diferente?

Não, nenhuma vírgula.

Em julho você fez um desabafo num post nas redes sociais falando que estava cansado. O que aconteceu naquele momento?

Era uma cobrança comigo mesmo. Eu falo que não era cansaço físico, era na cabeça. Têm certos momentos em que a gente dá uma vacilada de cabeça, mas acho que é normal. Eu sempre consegui resolver meus problemas com as pessoas que estão próximas a mim, minha família, e sempre segui em frente. São momentos que a gente passa. Na hora fiz aquele texto, mas não era cansaço de fazer o que faço, era um cansaço interno.

Já pensou em fazer terapia?

Nunca fiz terapia, mas deve ser legal. Quem falou pra mim isso foi a Fernandinha Souza. Ela me indicou um terapeuta que é bem legal. Acho que sim, acho que seria bem legal eu fazer. Até falei pra Jade e ela acha que seria legal mesmo.

Do News Luan Santana

”Minha música atinge todos os públicos, quero sempre poder cantar para todo mundo…”, diz Luan Santana.
De casa nova! Luan Santana assina com a Sony Music
Luan Santana lança videoclipe em homenagem aos caminhoneiros
”Quero que, cada vez mais, meu trabalho siga a minha realidade, minha identidade”, diz Luan Santana
Luan Santana fala sobre planos para 2021

© 2010-2017 www.newsluansantana.com
Todos os direitos reservados.